Poderosa Nina Simone, em primeira pessoa. 




video video

Kassan 06/12/2016


"É chegado o tempo de o Negro esquecer e jogar fora seu culto e adoração a heróis de outras raças, e começar imediatamente a criar e emular heróis de sua própria autoria, a ter sua própria opinião. Qualquer raça que aceita os pensamentos de outra raça automaticamente, torna-se uma raça de escravos desta outra raça. A partir do que os homens pensam, eles reagem e lidam com as coisas ao seu redor. Quando os homens são ensinados a pensar em certos trilhos, eles agem de forma semelhante. Não é à toa que o Negro age de modo peculiar dentro da nossa civilização atual, porque ele foi treinado e ensinado a aceitar os pensamentos de uma raça que se finge superior. O Negro durante o tempo da escravidão aceitou os pensamentos e opiniões da raça branca, e ao fazê-lo, admitiu em seu sistema a ideia da superioridade de um mestre em relação a um escravo.Qualquer raça que produziu sucesso no mundo - falando do mundo antigo até o mundo atual, vai te dizer que tiveram sucesso por pensarem e agirem por si mesmos." - Marcus Garvey



Kassan 04/12/2016


''A História Europeia é da mitologia. A Mitologia Europeia (Alucinação Europeia) não pode ter um efeito contra os negros, em um meio onde há falta de contato com a realidade, falta de conhecimento da história africana. Mas a história não é uma simples recordação da experiência. Tudo o que aprendemos, nós aprendemos no passado. Você aprendeu a falar, você aprendeu a andar... Você aprendeu quando? Hoje não. Você aprendeu há anos. Portanto, se você, em um sentido puramente teórico, esqueceu toda a sua história, toda sua experiência, vocês voltariam então ao estado fetal de existência; a um estado de imaturidade; você seria reduzido em sua capacidade para fazer face às realidades atuais. Muitas técnicas de adaptação e as coisas que você aprendeu no seu passado não seria útil para você, porque você não os teria ao alcance da mão. Ele é o mesmo na vida de um povo; aprendemos muitas coisas enquanto povo africano; aprendemos a lidar com muitas coisas; nós aprendemos muitos métodos e técnicas para resolver problemas. Esquecimento da história africana, o não saber da história africana, então, gera em nós um certo grau de imaturidade e de incapacidade de enfrentar os problemas que enfrentamos hoje.'' 


Dr. Amos N. Wilson, nascido nos Estados Unidos em 23 de fevereiro 1941, falecido em 1995, foi um psicólogo, teórico social, especialista educacional, historiador afrocentrado, pensador pan-africano.


Kassan 03/12/2016